Apresentação

O Centro Cultural Justiça Federal, CCJF, em sua missão de aproximar a Justiça da sociedade, e em sintonia com a Agenda 2030 da ONU para o Desenvolvimento Sustentável, realiza a segunda edição do evento MULHER PODER E DEMOCRACIA, juntamente com o evento INTERSEÇÕES ENTRE DIREITOS E PO(ÉTICAS). Deseja novamente reafirmar a importância do que está consignado no Objetivo número 5 da Agenda 2030, que prevê acabar com todas as formas de discriminação e violência contra todas as mulheres e meninas em toda parte. E como diretriz fundamental orienta que os Estados precisam adotar e fortalecer políticas sólidas e legislação aplicável para a promoção da igualdade entre homens e mulheres, em todos os níveis, entre outras diretrizes.

O evento INTERSEÇÕES ENTRE DIREITOS E PO(ÉTICAS) visa a debater e compartilhar reflexões sobre ideias e ações de mulheres nas áreas jurídicas, artísticas e científicas, cujas obras vêm influenciando novas concepções de Direitos Humanos e, por consequência, buscando aperfeiçoar as práticas do sistema de justiça brasileiro.

 

O CCJF entende que proporcionar debates sobre o poder e a democracia é uma forma especial de homenagear as mulheres. Nesse sentido, além de mesas-redondas e comunicações coordenadas, as participantes terão acesso a vídeos-debate, exposições, roda de conversa, entre outras atividades. Participem!!!

Seminário

10h - 10h30

Mesa de Abertura

André Fontes • Presidente do Tribunal Regional da 2ª Região.  Doutor em Direito e Professor do Programa de Pós-Graduação em Direito da UNIRIO.

Reis Friede • Desembargador Federal.  Diretor do Centro Cultural Justiça Federal, CCJF. Doutor em Direito Público pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ.

Ana Tereza Basilio • Vice-Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Rio de Janeiro, OAB-RJ.

Carmen Silvia Lima de Arruda • Juíza Federal da Seção Judiciária do Rio de Janeiro. Juris Doctor pela University of Miami. Doutoranda no programa de Sociologia e Direito da Universidade Federal Fluminense, UFF.

Mediadora Maria Geralda de Miranda • Pós-Doutora em Políticas Públicas pela UERJ e em Narrativas Visuais pela Universidade de Lisboa. Diretora Executiva do Centro Cultural Justiça Federal, CCJF.

 

10h40 - 12h30

Mesa Os desafios contemporâneos das mulheres: entre Justiça e Literatura

Vanessa Oliveira Berner • Doutora em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais. Professora Titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Heloisa Helena Oliveira Buarque de Hollanda • Professora Emérita de Teoria Crítica da Cultura e Coordenadora do Programa Avançado de Cultura Contemporânea, da Faculdade de Letras da Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ.

Ana Mafalda Leite • Professora Associada com Agregação do Departamento de Literaturas Românicas. Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (FLUL)

Mediadora Priscilla Pereira da Costa Corrêa •  Juíza Federal na Seção Judiciária do Rio de Janeiro. Mestrado em Justiça Administrativa pela Universidade Federal Fluminense/UFF. Integrante do Ajufe Mulheres.

 

 

13h - 14h  Intervalo

 

14h - 17h

Mesa Subjetividade, expressões de gênero e resistências femininas

Bárbara Breder Machado • Professora adjunta do Departamento de Psicologia da Universidade Federal Fluminense, UFF. Doutora e Mestre em Ciência Política pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência Política PPGCP/UFF.

Heloísa Melino de Moraes • Doutoranda em Direitos Humanos, Sociedade e Arte, pesquisadora do Laboratório de Direitos Humanos da UFRJ. Foco em Teorias do Direito, Linguagem e Movimentos Sociais.

Luciene Medeiros • Doutora e Mestre pelo Programa de Pós-graduação em Serviço Social da PUC-Rio. Professora do Departamento de Serviço Social da PUC-Rio.

Raquel Castro • Presidente da Comissão da Diversidade Sexual da OAB-RJ

Mediadora Angela Roberti • Doutora em História. Professora da Universidade Estadual do Rio de Janeiro, UERJ.

 

17h   Mesas de Comunicações

10h - 12h  Mesas de Comunicações

 

13h - 15h

Mesa A pluralidade dos saberes femininos: reflexão sobre direitos das mulheres

Arlinda Cantero Dorsa • Doutora em Língua Portuguesa pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Coordenadora e pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Local da Universidade Católica Dom Bosco/MS.

Talita Menezes •  Professora da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e Presidente do Fórum Regional da Leopoldina OAB-RJ.

Nataraj Trinta • Historiadora formada pela Universidade Federal Fluminense e especialista em História das Mulheres e História Iconográfica Brasileira.

Julia Oliveira • Professora de Artes. Mestre em Teatro pela UNIRIO e integrante do Coletivo de Mulheres Elas Existem. Artes Cênicas - UNIRIO.

Major Claudia Moraes • Major da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro – PMERJ. Mestre em Ciências Sociais pela UERJ. Subcoordenadora de Comunicação Social da PMERJ. Integra a Comissão Especial de Segurança da Mulher do Conselho Estadual de Direito da Mulher – CEDIM/RJ.

Mediadora: Georgina de Queiroz dos Santos • Mestre em Serviço Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Assistente Social da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro.

 

15h30 - 17h30

Mesa As relações de gênero e raça no sistema de justiça

Adriana Cruz • Doutora em Direito pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro, UERJ. Juíza titular da 5ª. Vara Federal Criminal.

Thula Rafaela de Oliveira Pires • Doutora em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Professora nos cursos de Graduação e Pós-Graduação do Departamento de Direito da PUC-Rio.

Rhaysa Sampaio Ruas da Fonseca • Bacharel em Direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Pesquisadora da Anistia Internacional Brasil.

Marina Marçal do Nascimento • Mestra em Relações Étnico-Raciais pelo CEFET/RJ. Mestranda em Sociologia e Direito pela Universidade Federal Fluminense. Coordenadora do Grupo de Trabalho Mulheres Negras da OAB RJ (2017-2018).

Mediadora Caroline Rocha dos Santos • Graduada em Direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (FND/UFRJ). Professora nos cursos de Direito da Faculdade Gama e Souza. Doutoranda no Programa de Pós Graduação em Direito da UERJ.

10h - 12h

Roda de Conversa Artesanato das Mulheres Terena e Kadiwéu

Maria Augusta de Castilho • Doutora em Ciências Sociais ela Universidade de São Paulo. Pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Local da Universidade Católica Dom Bosco/MS.

 

12h - 13h Intervalo

 

13h - 15h30

Mesa Entre o poder a violência: sistema de justiça e feminicídio

Ana Lucia Sabadell • Doutora em Direito - Universität des Saarlandes. Pós-doutorado na Universidade Politécnica de Atenas (Grécia). Professora titular de teoria do direito da Faculdade Nacional de Direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Lívia de Meira Lima Paiva • Doutoranda em Direito e Mestre em Direito na linha de pesquisa Direitos Humanos, Sociedade e Arte, ambos na UFRJ (PPGD/UFRJ). Professora efetiva do Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ) nas disciplinas de Gênero e Direitos Humanos.

Adriana Ramos de Mello • Juíza Titular do I Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher do Rio de Janeiro. TJRJ. Doutora em Direito Público e Filosofia Jurídico-política pela Universidade Autonoma de Barcelona, Espanha.

Mediadora Nadia Xavier Moreira • Doutora em Serviço Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Assistente social militar da Marinha do Brasil.

 

15h30 - 17h30

Mesa de encerramento Entre a ética e a abertura ao pensamento poético feminista

Priscila Menezes de Faria • Doutora em Artes Visuais pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, na linha de Processos Artísticos Contemporâneos, com período sanduíche na Universidade Paris 8.

Taís Bravo • Cofundadora e Editora de conteúdo na Mulheres que Escrevem. Graduada em Letras pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Naide Marinho •  Advogada do Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação - SEPE. Conselheira da OAB - triênio 2019-2021. Integrante do Movimento da Mulher Advogada

Letícia Brito • Poeta. Dedica-se à poesia falada (spoken word/poetry slam). Produtora da cena carioca de slam e sarau já fez: Integra a produção e realização do Slam das Minas RJ.

Mediadora Inês Tavares • Doutora em Direito e Professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro

Mesas de Comunicações

17h às 18h  Mesa de Comunicações 1   Sala de Sessões

•   Mulher e Poder   •   Feminismo Negro   •   Mulher e Subjetividade   •

­­

A CONDIÇÃO FEMININA E A REPRODUÇÃO DE DESIGUALDADES
Tamina Batán Rody Lima • UERJ

FEMININO NA VEIA: RELATO DE EXPERIÊNCIA SOBRE VIVÊNCIAS E DISCUSSÕES EM UM GRUPO DE MULHERES
Carla Rita •  UNISUAM

ORGASMO É PODER
Sara Ameijeiras de Castro • FIOCRUZ

EMPODERAMENTO FEMININO: UMA ANÁLISE A PARTIR DAS PRODUÇÕES NAS PÓS-GRADUAÇÕES: DISSERTAÇÕES E TESES (2016 – 2018)
Deborah Arima, Thayliny Zardo e Arlinda Dorsa • Universidade Católica Dom Bosco

AS DAMAS NEGRAS DO SAMBA: UM OLHAR EXPRESSIVO DAS CANÇÕES DE DONA IVONE LARA E DE CLEMENTINA DE JESUS
Luana Vianna • UERJ

MULHERES QUILOMBOLAS NA PESCA: (RE) EXISTÊNCIAS NO MANEJO E EXTRAÇÃO DE OSTRAS EM BARRINHAS – RJ
Márcia Moreira de Araújo e Leandro Garcia Pinho • UENF – RJ

ARTES PRETAS DE MULHERES NEGRAS: ANCESTRALIDADE, RESILIÊNCIA, SUBJETIVIDADES E ARTIVISMO
Katia Costa Santos • PACC/UFRJ

ADUA: UM NOME PRÓPRIO, PALIMPSÉSTICO E PIRILÂMPICO
Flavia Natércia da Silva Medeiros • Departamento de Ciências da Literatura/UFRJ

O SILENCIALISMO DO DISCURSO DA MULHER: UMA LIMITAÇÃO À PARRÉSIA FEMININA SOCIAL COMO FORMA DE OBSTÁCULO AO EQUILÍBRIO DO PODER
Albertina Maria Anastácio • UFRJ, UFF, UERJ, FIOCRUZ e TRF2

EDUCAÇÃO É A CASA QUE SE ENSINA PELO AMOR: A PRÁTICA PEDAGÓGICA DA PROFESSORA LUANA TOLENTINO
Isabelle Nobre •Universidade Federal do Rio de Janeiro

SEMPRE NO BANCO DE TRÁS? RACIALIZANDO VIOLÊNCIAS DE GÊNERO A PARTIR DE UMA ABORDAGEM INTERSECCIONAL
Daniela dos Santos Almeida • PUC -Rio

 

17h às 18h  Mesa de Comunicações 2   Sala de Cursos

•   Violência Doméstica   •   Mulher e Assédio   •   Feminicídio   •

ASSÉDIO MORAL NO TRABALHO: REFLEXÕES CONCEITUAIS SOBRE O PROCESSO DE GESTÃO
Carla de Fátima Nascimento Queiroz de Paula e Ana Carolina de Gouvêa Dantas Motta • Universidade Santa Úrsula

“MANDA NUDES?”: VIOLÊNCIA DE GÊNERO NA INTERNET E DEBATE SOBRE A PORNOGRAFIA DA VINGANÇA
Juliana Silvestre Louven Ferreira • UFF

FEMINICÍDIO: UMA ANÁLISE A PARTIR DAS PRODUÇÕES NAS PÓS-GRADUAÇÕES: DISSERTAÇÕES E TESES (2016 – 2018)
Deborah Arima, Gabriela Stang e Arlinda Dorsa • Universidade Católica Dom Bosco

SER MULHER NEGRA NA POLICIAL MILITAR DO RIO DE JANEIRO: TEM QUE TER “RAÇA”!
Marta Maria de Andrade Gomes • UFF

SEPARADAS PELA LEI MARIA DA PENHA – DESVENTURAS DE MARIAS BRASILEIRAS
Dayse Marcello • Psicóloga, escritora e consultora de Projetos - Socioculturais, ambientais e Sócio assistenciais

TRANSFORMAÇÕES NA UNIVERSIDADE E AS POTENCIAIS MUDANÇAS NO ENFRENTAMENTO ÀS VIOLÊNCIAS CONTRA AS MULHERES
Eduardo Francisco Corrêa LANCELOTTI • Universidade do Estado do Rio de Janeiro

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA: UM ESTUDO E MAPEAMENTO DAS DISSERTAÇÕES DE MESTRADO EM 2018
Renata Neto, Isabele Borges, e Arlinda Dorsa • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul e e Universidade Católica Dom Bosco

VIOLÊNCIA DE GÊNERO E PUNITIVISMO: A INSUFICIÊNCIA DO DIREITO PENAL COMO INSTRUMENTO DE ENFRENTAMENTO À VIOLÊNCIA DOMÉSTICA NO BRASIL
Roberta Maria Lima Rodrigues de Souza • Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

NOVAS MULHERES NO SUS: O ACESSO DE MULHERES TRANS AOS SERVIÇOS DE SAÚDE NA ATENÇÃO PRINÁRIA DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO
Ana Carolina Lima dos Santos • PUC -Rio

O ASSÉDIO FEMININO: UMA ANÁLISE DA REDE SOCIAL “OLGA”
Lara Lima, Gabriela Costa e Arlinda Dorsa • Universidade Federal do Mato Grosso do Sul e Universidade Católica Dom Bosco

 

17h às 18h  Mesa de Comunicações 3   Sala de Leitura do 2º andar

•   Mulher e Arte   •   Mulher e Cultura   •

UMA ATMOSFERA: REPRESENTAÇÕES DO FEMININO E OS SEUS PROBLEMAS
Joana Poppe • UNIRIO

A REPRESENTAÇÃO FEMININA E A SEXUALIDADE NO CINEMA
Érica Antunes Fabiano Alves • UFF

“A ARTISTA É, ANTES DE TUDO, MULHER AMOROSA DO SEU LAR”: GÊNERO E TRAJETÓRIA ARTÍSTICA ATRAVÉS DE GEORGINA DE ALBUQUERQUE (1885-1962)
Caroline Farias Alves • UFJF

“MENSTRUADORA: MEU SANGUE, TODO MÊS UM MEMORIAL”
Larissa Silva • UERJ/UFRJ

ELIZABETH BISHOP: CORAJOSA DIFUSORA DA LITERATURA BRASILEIRA
Fátima Cristina Rivas, Filipe de Oliveira e Ana Paula Cavalcante Lira do Nascimento • UNIGRANRIO

“LEGÍTIMA DEFESA DA HONRA E OUTRAS LOUCURAS”: A RELAÇÃO MÍDIA E SOCIEDADE ATRAVÉS DO SERIADO MALU MULHER
Clarissa Godoy • UNIRIO

A (NÃO) REPRESENTAÇÃO FEMININA NO PATRIMÔNIO MATERIAL URBANO DO MUNICÍPIO DE DUQUE DE CAXIAS – RIO DE JANEIRO
Fernanda de Fátima Fernandes Pereira, Jacqueline de Cássia Pinheiro Lima e Renato da Silva • UNIGRANRIO

VISIBILIDADE INCLUSIVA – UMA ANÁLISE SEMIÓTICA ACERCA DAS COLEÇÕES DE MODA DA ESTILISTA VITÓRIA CUERVO
Ítalo José de Medeiros Dantas, Heloisa Mirelly dos Santos Ferreira e Felipe Garcia de Medeiros • IFRN

A ESCASSEZ DE FONTES PRIMÁRIAS DE FEMINISTAS DO SÉCULO XX
Bárbara Moreira Silva de Barros • Fundação Casa de Rui Barbosa

PENSANDO SOBRE PATRIMONIALIZAÇÃO NO BRASIL: ONDE ESTÃO AS MULHERES NESSE PROCESSO?
Ana Paula Cavalcante Lira do Nascimento,  Jacqueline de Cassia Pinheiro Lima e Renato da Silva • UNIGRANRIO

BONECAS QUEBRADAS – ANIMA E RESISTÊNCIA
Luciana Mitkiewicz • UNICAMP

10h às 12h  Mesa de Comunicações 4   Sala de Sessões

•   Direitos das Mulheres   •   Mulher e Saúde   •

FEMINICÍDIO E A PEC 181-A: AS CONQUISTAS FEMINISTAS E O RETROCESSO CONSERVADOR
Larissa Gabriela Cruz Botelho • Universidade Veiga de Almeida

MULHERES COM DEFICIÊNCIA: DA AUSÊNCIA DE ELO ENTRE DISCURSO E AÇÃO
Deborah Prates • EMERJ

AS GRADES QUE ME CERCAM: ENCARCERAMENTO DE MULHERES TRANSEXUAIS E TRAVESTIS EM PRESÍDIOS INCOMPATÍVEIS COM SUA IDENTIDADE DE GÊNERO
Wallace Lopes de Oliveira • PUCMinas

ENCARCERAMENTO FEMININO: VIOLAÇÃO DE DIREITOS HUMANOS E INTENSIFICAÇÃO DA INVISIBILIDADE DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER
Ana Carolina Carvalho Barreto e Tatiana de Campos Bastos • Universidade Estadual do Norte Fluminense e Estácio de Sá

MULHERES CEGAS E COM BAIXA VISÃO: DO ESTIGMA ÀS POLÍTICAS PÚBLICAS
Leila Maria Ferreira Lima • Uninter Curitiba

IGUALDADE, AÇÕES AFIRMATIVAS E DIREITOS DAS MULHERES
Hanae Caroline Quintana Shiota • Universidade Católica Dom Bosco - UCDB

AÇÃO DE EDUCAÇÃO E SAÚDE DA SALA LILÁS IML CAMPO GRANDE
Erida Aparecida José da Silva Silva • Secretaria Municipal de Saúde Prefeitura do Rio de Janeiro

A FEMINIZAÇÃO DA VELHICE E OS DIREITOS DAS IDOSAS
Izabella Delfino • UFF

 

10h às 12h  Mesa de Comunicações 5   Sala de Cursos

•   Mulher e Política   •

AÇÃO AFIRMATIVA PARA A MULHER NEGRA BRASILEIRA
Flávia Helena Santos da Silva, Maria Geralda de Miranda e Kátia Eliane Santos Avelar • UNISUAM

GÊNERO E NARRATIVAS: UMA ANÁLISE DO PRÊMIO CONSTRUINDO A IGUALDADE DE GÊNERO
Laura Santos • UFF

MULHERES E DEFICIÊNCIA: DIÁLOGOS POSSÍVEIS?
Roberta Pinheiro Piluso • UERJ

FEMINICÍDIO ELEITORAL: O PERFIL SOCIOECONÔMICO E POLÍTICO DAS CANDIDATAS ASSASSINADAS NO BRASIL NOS ÚLTIMOS 20 ANOS
Ary Jorge Aguiar Nogueira • UNIRIO

COMO SE DÁ A TOMADA DE DECISÃO DAS MULHERES NO CENÁRIO POLÍTICO EM SANT’ANA DO LIVRAMENTO
Rosemeri Madrid e Sebastião Ailton Cequeira-Adão

A “PÓLIS” REPRESENTADA PELA “POIESIS” FEMININA: REFLEXÕES SOBRE A TRAJETÓRIA DA MULHER NA CÂMARA DOS DEPUTADOS BRASILEIRA
Carla Maria Martellote Viola - MESTRANDA • EMERJ-IBICT/UFRJ

A REPRESENTATIVIDADE FEMININA NA POLÍTICA INSTITUCIONAL: A DIVISÃO SEXUAL DO TRABALHO POLÍTICO
Raisa Machado • UFRJ

A REPRESENTAÇÃO POLÍTICA DAS MULHERES NA ASSEMBLÉIA NACIONAL CONSTITUINTE DE 1988
Sofia Dias • PPGPS/UFF

 

10h às 12h  Mesa de Comunicações 6   Cinema

•   Mulher, Ciência e Tecnologia  •   Mulher e Empreendedorismo  •   Mulher e Trabalho   • 

EDUCAÇÃO: PRÉ-REQUISITO PARA ATUAÇÃO NO PROCESSO DE MEDIAÇÃO
Elaine Cler Alexandre dos Santos, Pedro Pereira Borges e Nilton César Antunes da Costa • Universidade Católica Dom Bosco - UCDB

O EMPREENDEDORISMO FEMININO SOB A ÓTICA DA CIÊNCIA NA BASE DE DADOS DA CAPES
Edilene Oliveira, Tahyliny Zardo e Arlinda Dorsa • Instituto Federal de MS, Universidade Católica Dom Bosco e Universidade Católica Dom Bosco

A PERCEPÇÃO SOBRE RACISMO E DISCRIMINAÇÃO DE ESTUDANTES NEGRAS NOS CURSO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO EM SANT’ANA DO LIVRAMENTO/RS
Rosemeri da S. Madrid e Sebastião Ailton da  Rosa • Universidade Federal do Pampa – UNIPAMPA

POSSIBLE ALTERNATIVES TO DECREASE GENDER INEQUALITY IN BRAZILIAN WORKPLACES
Joana Ivo De Araujo Lima • Manchester Law School, Manchester Metropolitan University

DESIGUALDADE DE GÊNERO NO MERCADO DE TRABALHO: UMA ANÁLISE DA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DAS NAÇÕES UNIDAS E DO ITAMARATY
Bruna Soares de Aguiar • UERJ

MULHERES DA PERIFERIA NO ENSINO SUPERIOR: INTERSEÇÕES DE CLASSE, GÊNERO E RAÇA NAS TRAJETÓRIAS DE INTELECTUAIS BAIXADIANAS
WILLEMAN, Dr. Estela Willeman • PUC-Rio

DISCRIMINAÇÃO DA MULHER NO MERCADO DE TRABALHO: A ADIN Nº 5626 E A INCONSTITUCIONALIDADE DA INCIDÊNCIA DE CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA SOBRE O SALÁRIO-MATERNIDADE
Franco Guerino de Carli e Ilise SENGER • Universidade Católica Dom Bosco – UCDB

MATERNIDADE E TRABALHO: MÃES TRABALHADORAS EM SITUAÇÕES DE VULNERABILIDADE NO BRASIL
Isabel Cristina Soares Tebaldi Gomes • UFRJ

O RECORTE DE GÊNERO NA PORNOGRAFIA DE VINGANÇA
Ana Carolina Carvalho Barreto e Emanuele Alves de Sá • Universidade Estadual do Norte Fluminense e Estácio de Sá

Atividades Extras

27 mar, 17h

exibição do filme Legítima defesa (2017, Brasil, 78min) seguido de debate com Susanna Lira (direção e roteiro), Sara Stopazzolli (roteiro), Leda Stopazzolli (produção) e Ursula, protagonista de uma das histórias abordadas no filme. 14 anos, entrada franca.

Legítima Defesa é um documentário que conta a história de três mulheres que, como tantas outras, foram vítimas de constantes agressões físicas e psicológicas por parte de seus companheiros. Porém, contrariando as estatísticas e o destino comum à maioria, elas reagem, e matam o homem que amavam para sobreviver. Acusadas de homicídio, essas mulheres enfrentam o julgamento da Justiça, da sociedade e o delas próprias, enquanto tentam reconstruir suas vidas.

 

 

28 mar, 17h40

exibição de curta Você não tem cara de advogada (2018, 6 min) seguido de debate com as advogadas e a produtora.

produção de Marina Marçal (GT MULHERES NEGRAS – 2017/2018)

entrada franca

Você não tem cara de advogada é um documentário sobre mulheres advogadas negras em depoimento sobre dificuldade de atuação profissional diante do racismo.

Femininos Pessoais / fotografias
Celebrando o mês da mulher, a exposição Femininos Pessoais apresenta o trabalho de fotógrafas que utilizam o auto-retrato como suporte de expressão. São 25 artistas, entre nomes brasileiros e internacionais da fotografia contemporânea.
Curadoria e produção: Rococó Clean

20/3 a 28/4
Terça a domingo
12h às 19h

No dia 27 , às 12h30 haverá a performance da artista plástica Grazia Camerano, com a intervenção de colagem e desenhos em um painel de auto-retratos.

Galerias do 2º andar

 

Poética entre Mulheres / artes plásticas
A exposição foi criada a partir do diálogo de cinco artistas contemporâneas: Larissa Silva, Isabel Carneiro, JLo Borges, Letícia Brito e Camila Camiz. A proposta é remeter, numa construção de espaços e trocas sobre o feminino, ao conjunto de possibilidades de resistência das mulheres. O corpo feminino enuncia, em seu cotidiano, por meio de atos de indignação, o desejo de transformação social através da cultura, enunciando sua sobrevivência ao silenciamento.
Curadoria: Lara Larissa

16 a 31/3
Terça a domingo
12h às 19h
Galerias do 1º andar

 

Pernas pra que te quero / esculturas
As obras da artista Aline Matheus, que usou um único par de pernas para criar trabalhos diversos, refletem a vontade e a determinação das mulheres de atingirem a plenitude dos gestos, contribuindo, com seu constante caminhar, para consolidação de uma sociedade harmônica e igualitária.
Curadoria: Claudio Boeckel. Realização: Confraria da Paixão. Produção: Ventania Cultural

14/2 a 31/3
Terça a domingo
12h às 19h
Galerias do 1º andar

No dia 29,  às 17h, a poetisa Ilka Matheus, lerá suas poesias, que inspiraram algumas obras das obras expostas na mostra e outras que retratam o universo feminino.  Após, a escultora Aline Matheus realizará uma visita comentada a exposição e conversará com o público sobre seu processo criativo.

 

28 mar, 19h

Orquestra Sinfônica de Mulheres do Rio de Janeiro / concerto
Com um programa que inclui obras que tenham a mulher como personagem de seus temas e enredos, como a ópera Carmen (Bizet), Lakmé (Delibes), dentre outras, a Orquestra de Mulheres do Rio de Janeiro faz sua primeira apresentação.

Comissão Organizadora

Maria Geralda de Miranda • Pós-Doutora em Políticas Públicas pela UERJ e em Narrativas Visuais pela Universidade de Lisboa. Diretora Executiva do Centro Cultural Justiça Federal, CCJF.

Drª. Carmen Silvia Lima de Arruda • Juíza Federal da Seção Judiciária do Rio de Janeiro, SJRJ. Juris Doctor pela University of Miami. Doutoranda no programa de Sociologia e Direito da Universidade Federal Fluminense, UFF.

Semirames Khattar • Doutoranda em Direto pela UFRJ, Mestre em Direito Público pela UERJ e Mestre em Sociologia pela IUPERJ. 

Inês Tavares • Mestre em Direito Público pela UERJ, Ex- professora de Teoria do Direito da UFRJ.

Francisco Cordeiro • Diretor de Cultura e Administração do CCJF.

Simone Intrator • Assessora Executiva do CCJF.

Elaine Pauvolid Hamburger • Setor de Artes Cênicas e Audiovisuais do CCJF.

Maria de Oliveira • Setor de Programação Visual e Exposições do CCJF.

Alpina Rosa • Biblioteca do CCJF

Monica Valeria de Carvalho Goes • Assistente da Direção

Eduardo Barbuto Bicalho • Setor de Publicação

Comissão Científica

Dra. Maria Alice Costa •  Cientista política. Pesquisadora do Programa de Sociologia e Direito da UFF.

Dr. Carlos Victor dos Santos Nascimento • Doutor em Teoria do estado e Direito Constitucional pela PUC.

Dra. Marcia Teixeira Cavalcanti • Doutora em Ciência da Informação, pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PPGCI) do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT).

Dra. Jaqueline de Cassia Pinheiro Lima • Historiadora e Doutora em Sociologia.

Dra Carla Moragas • Doutora em Ciências e pesquisadora da Fundação Osvaldo Cruz, FIOCRUZ.

Dr. Luis Carlos Ferreira • Doutor em Políticas Públicas pela UERJ. Pesquisador da UNILAB.

Dr. Mariel Muraro • Doutora em Direito Penal na UERJ.

Dra. Raquel Elena Rinaldi Maciel • Doutora em Direito na UERJ.

Dra. Nilza Rogéria de Andrade  • Doutora em Serviço Social. Professora do Programa de Pós-graduação em Serviço Social da PUC-Rio.

Dra. Patricia Maria Dusek • Pós-doutora em Direito pela Universitá Di Pisa, Itália. Coordenadora do Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Local da UNISUAM.

Inscrições

Para ouvintes que desejam assistir ao Seminário e participar das atividades. Serão concedidas horas de atividade complementar.

Inscrições encerradas

As inscrições para envio de trabalho acadêmico foram ENCERRADAS no dia 20 de março.

Normas de Submissão

Eixos Temáticos

  •  Mulher e Poder  •  Mulher e Política  •  Mulher e Saúde  •  Mulher e Trabalho  •  Mulher e Arte  •  Mulher e Cultura  •
•  Mulher Indígena  •  Mulher, Ciência e Tecnologia  •  Mulher e Empreendedorismo  •  Mulher e Gestão  •  Mulher e Assédio  •
•  Mulher e Subjetividade  •  Feminicídio  •  Violência Doméstica  •  Direitos das Mulheres  •  Feminismo Negro  •