Juiz federal ministra aula para estudantes da rede pública em parceria com projeto “Falando Direito Carioca”

Publicado em 17/11/2017

O Centro de Atendimento Itinerante da Justiça Federal (CAIJF) da 2ª Região – órgão vinculado ao Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Soluções de Conflitos, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) – realizou no dia 14 de novembro, no Colégio Estadual Souza Aguiar e no Colégio Federal Pedro II, no centro do Rio, em parceria com o projeto “Falando Direito Carioca”, promovido pela OAB-Rio, mais uma ação pró-cidadania.

Na ocasião, o juiz federal Vladimir Vitovsky, titular da 9ª Vara Federal de Execução Fiscal e coordenador do CAIJF, ministrou a aula “Você sabe o que é a Justiça Federal?” para os alunos das duas instituições de ensino. O magistrado abordou, entre outros temas, a organização do Estado brasileiro, as profissões jurídicas e a estrutura do Judiciário. Vladimir Vitovsky iniciou sua aula formulando a pergunta “O que é julgar?”. E, ao longo das atividades reflexivas, destacou a importância do código de ética e de condutas que demanda a imparcialidade nas posturas dos julgadores.

Falando Direito

O projeto Falando Direito nasceu há 10 anos em Brasília, no Tribunal do Júri, por iniciativa do juiz de direito Fábio Esteves e, atualmente, vem sendo coordenado pelo defensor público e diretor do Instituto Brasileiro de Educação em Direitos e Fraternidade (IEDF), Evenin Ávila. Desde agosto deste ano, sob a iniciativa da advogada Valéria Kiffer, membro da comissão “A OAB vai à escola”, o projeto começou suas atividade no Rio. Com aulas quinzenais para alunos do ensino médio, o Falando Direito Carioca vem abordando temas atuais a fim de transmitir noções de Cidadania e Direito para os jovens da cidade e arredores.

Segundo Valéria Kiffer, o projeto funciona à base de voluntariado e o intuito é empoderar os jovens, transmitindo informações e conhecimento para que possam exercer seus direitos plenos de cidadão. Já ministraram aulas no Projeto juízes de direito, desembargadores, defensores, professores de direito e profissionais afins abordando questões educacionais como o combate às drogas, a importância da vida pacificada, o acesso à Justiça, dentre muitos outros temas.

Após o encerramento da aula, ratificando comentário da advogada Valéria Kiffer o juiz Vladimir Vitovsky destacou que “pode não parecer, mas atualmente os jovens andam muito bem informados sobre os acontecimentos que envolvem a vida jurídica e judiciária do país” e destacou como exemplo o interesse que os alunos manifestaram durante a sua explanação ao lhe perguntarem sobre como funcionam os graus de recursos no Judiciário.