Corregedoria atua na implantação dos primeiros “Núcleos de Justiça 4.0” do País

Publicado em 28/08/2021

Desde 15 de junho, o Tribunal Regional Federal da 2ª Região colocou em operação os primeiros núcleos de Justiça 4.0 do País nas Seções Judiciárias do Rio de Janeiro e do Espírito Santo.

A autorização foi dada por meio da Portaria nº 256/2021, assinada pelo presidente da Corte e pelo corregedor regional, desembargadores federais Messod Azulay e Theophilo Antonio Miguel Filho.

Os Núcleos de Justiça 4.0 representam um novo formato de jurisdição que faculta ao cidadão o acesso à Justiça de forma remota, com todos os atos processuais, do ajuizamento à sentença, praticados pela Internet, inclusive com audiências e sessões de julgamento realizados por videoconferência.

Os integrantes do Núcleo de Justiça 4.0 da 2ª Região foram escolhidos após responderem a um edital expedido pelo corregedor regional logo no começo de maio. Conforme estabeleceu o chamamento, os candidatos foram selecionados pelos critérios de antiguidade e merecimento e atuarão no núcleo sem prejuízo de sua jurisdição originária, ou seja, continuarão atuando nas varas e juizados em que são titulares ou substitutos.

A nomeação dos quatro magistrados da Seção Judiciária do Rio de Janeiro e dos quatro atuantes no Espírito Santo para compor o núcleo foi assinada pelo corregedor regional Theophilo Miguel no dia 21 de maio, por meio do Edital nº 17/2021.

Confira abaixo quem são os juízes do Núcleo de Justiça 4.0 da Justiça Federal da 2ª Região.

Rio de Janeiro

  • Juíza federal Carmen Silvia Lima de Arruda – Coordenadora;
  • Juiz federal Caio Marcio Gutterres Taranto;
  • Juiz federal Marianna Carvalho Bellotti;
  • Juiz federal Roberto Dantes Schuman de Paula.

Espírito Santo

  • Juiz federal Fernando Cesar Baptista de Mattos – Coordenador;
  • Juíza federal Fernanda Akemi Morigaki;
  • Juiz federal André Luiz Martins da Silva;
  • Juiz federal Roberto Gil Leal Faria.

Conheça melhor os Núcleos de Justiça 4.0.