CCJF realiza a segunda edição do “Seminário Mulher, Poder e Democracia”, de 27 a 29/3

Publicado em 18/03/2019

O Centro Cultural Justiça Federal (CCJF), em sua missão de aproximar a Justiça da sociedade, e em sintonia com a Agenda 2030 da ONU para o Desenvolvimento Sustentável, realizará a segunda edição do “Seminário Mulher, Poder e Democracia”, juntamente com o evento “Interseções entre Direitos e Po(éticas)”, entre os dias 27 e 29 de março de 2019, das 10h às 17h30. A entrada é franca e as vagas são limitadas.

Participarão da mesa de abertura o presidente do TRF2, desembargador federal André Fontes, e o presidente eleito da Corte, desembargador federal Reis Friede. Os encontros apresentarão debates sobre o poder e a democracia, compartilhando reflexões sobre ideias e ações de mulheres nas áreas jurídicas, artísticas e científicas, cujas obras vêm influenciando novas concepções de Direitos Humanos.

O encontro deseja novamente reafirmar a importância do que está consignado no Objetivo número 5 da Agenda 2030, que prevê acabar com todas as formas de discriminação e violência contra todas as mulheres e meninas em toda parte. E como diretriz fundamental orienta que os Estados precisam adotar e fortalecer políticas sólidas e legislação aplicável para a promoção da igualdade entre homens e mulheres, em todos os níveis, entre outras diretrizes.

Já o evento “Interseções entre Direitos e Po(éticas)” visa a debater e compartilhar reflexões sobre ideias e ações de mulheres nas áreas jurídicas, artísticas e científicas, cujas obras vêm influenciando novas concepções de Direitos Humanos e, por consequência, buscando aperfeiçoar as práticas do sistema de justiça brasileiro.

Além de mesas-redondas e comunicações coordenadas, os participantes terão acesso a vídeos-debate, exposições, roda de conversa, entre outras atividades.

Os interessados podem inscrever trabalhos de pesquisas empíricas para a avaliação de uma comissão científica do evento, até o dia 20/3. Os trabalhos selecionados poderão ser apresentados nos horários reservados pela coordenação do evento. As pesquisas podem ser sobre temas como a situação da mulher no poder, na saúde, trabalho, ciência, tecnologia e cultura.

Clique para ter mais informações sobre a programação, inscrições e normas de submissão.