Presidente do TRF2 recebe do Coletivo Justiça Negra Luiz Gama moção de agradecimento por relevantes serviços prestados

Publicado em 03/10/2017

O presidente do TRF2, desembargador federal André Fontes, recebeu, no dia 03/10, das mãos de Alexandre de Moura Cunha, Giovana Mariano, Renata Shah e Thuany Soares, coordenadores do Coletivo Justiça Negra Luiz Gama, uma moção de agradecimento, em razão de relevantes serviços prestados em prol da população afrodescendente.

 

A partir da esquerda: Renata Shah, André Fontes, Giovana Mariano, Thuany Soares e Alexandre Cunha

 

O Coletivo Justiça Negra Luiz Gama – organização sem fins lucrativos que promove a valorização da juventude negra – atua em duas frentes: através de cursos e seminários que visam a conscientização, o empoderamento e o combate ao racismo; e através de um curso preparatório para carreiras jurídicas – ONNIM, que objetiva preparar jovens negros graduados ou graduandos em Direito para atuação no mercado de trabalho.

O curso preparatório é oferecido aos sábados, na sede da Caarj, no centro do Rio, e o corpo docente é integrado também pelo desembargador federal André Fontes, que ministra aulas de Processo Civil, e pelo juiz federal William Douglas.

O curso acontece em parceria com a Caarj/OAB, tem duração de dois anos, e oferece cerca de 40 vagas por semestre. Os interessados em participar devem enviar e-mail para jlgpreparatorio@gmail.com