Presidente do TRF2 visita juiz da Lava-Jato no Rio de Janeiro, após determinar reforço da segurança do magistrado de primeiro grau

Publicado em 10/04/2017

O presidente do TRF2, desembargador federal André Fontes, visitou na segunda-feira, 10 de abril, o juiz federal Marcelo Bretas, titular da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, para manifestar o apoio institucional da Corte ao trabalho da primeira instância, na esfera penal. Na sexta-feira, 7, André Fontes assinou portaria que garante o reforço da segurança do juiz responsável pelo processamento das ações derivadas da Operação Lava-Jato, no Rio de Janeiro. A medida foi o primeiro ato de gestão do presidente, que fora empossado no cargo no dia 6 de abril, e atende a pedido feito à Presidência do TRF2 pelo juiz Marcelo Bretas.

“Quero que a minha presença aqui seja compreendida como um ato revestido de simbolismo, que expressa nosso apoio à Justiça Federal de primeiro grau, e, sobretudo, aos anseios da sociedade, que deposita grande esperança no trabalho realizado pela 7ª Vara Federal Criminal. Aprecio muito a atuação serena, lúcida, objetiva, manifestamente isenta e imparcial e com grande profissionalismo de Vossa Excelência”, declarou André Fontes, na ocasião. Ele ainda destacou a importância do papel social da imprensa, que, ao informar diariamente a população acerca dos desdobramentos da Lava-Jato e denunciar possíveis ameaças sofridas pelos juízes, também contribui para garantir a sua segurança.

Em resposta, Marcelo Bretas afirmou que a preocupação demonstrada pelo presidente André Fontes com a segurança dos magistrados que respondem pelas Varas Federais Criminais é “reconfortante”. O juiz ressaltou que o apoio da administração do TRF2 é “muito oportuna e importante”.

Marcelo Bretas e André Fontes
Marcelo Bretas e André Fontes