Nas palavras do curador e fotógrafo Milton Guran:

A exposição inédita Ausência – Correspondência fotográfica, é mais um produto do trabalho de Nana Moraes sobre a relação entre mães presidiárias e seus filhos, levado a efeito de 2012 a 2016 no complexo de Gericinó, em Bangu (RJ). Foram mais de 15 visitas ao presídio para entrevistas as mulheres participantes, inúmeras viagens por várias cidades para entrevistar os filhos dessas mulheres, e mais de cinquenta cartas trocadas.

Nesse trabalho, Nana pratica o que se pode chamar de “fotografia de escuta”, na medida em que ela empresta seu talento de fotógrafa às vozes das pessoas envolvidas no projeto, numa relação de compaixão e simbiose crítica, que marca definitivamente o resultado do projeto. A exposição é composta por pranchas bordadas pela autora reunindo fotos e frases. Essas pranchas integram um livro sobre o projeto, atualmente no prelo. Nas paredes, serão apresentadas imagens em grande formato, reproduzindo cartas das mães presidiárias e fotografias documentais feitas no presídio e nas residências dos filhos das presidiárias. Complementa e exposição uma projeção de um vídeo com as 40 imagens que constituem a narrativa completa dessa experiência estética e existencial pelas próprias mulheres envolvidas.”

A importante fotógrafa Nana Moraes é diretora do Retrato Espaço Cultural e coordenadora do Espaço Educação Valda Nogueira. Desde 2018 é coordenadora de formação do FotoRio.  Colabora há mais de trinta anos para os mercados editorial, cultural e publicitário.

De 28/10/2021 a 08/03/2022
Terça a domingo, das 11h às 19h
Gabinete de Fotografia, 1° andar
Entrada franca