Na foto, quatro homens brancos estão de pé, sorrindo e segurando cada um seu violão de forma não convencional (na horizontal e para frente, como se tivesse oferecendo-o ao fotógrafo). O primeiro, da esquerda para direita, é careca e usa óculos. Veste blusa azul clara de mangas curtas e calça jeans. Ao lado dele, um homem mais alto, com cabelos castanhos escuros, usa blusa de botão azul escura com mangas longas e calça jeans. O próximo tem barba e cabelos loiros escuros e olhos claros; veste blusa de botão de mangas compridas em um tom azul mais claro e calça jeans escura. Já o quarto homem, tem cabelos e barba castanhos escuros e usa óculos com armação redonda. Ele usa blusa de mangas longas e botão de cor lilás, e calça jeans preta.25 de maio
sábado, às 17h

local
Sala de Sess√Ķes

valor
R$20 (meia R$10)

 

 

classificação indicativa AL (livre)

Sinopse

O Quarteto Maogani de Viol√Ķes √© um dos grupos instrumentais mais conceituados no cen√°rio musical popular brasileiro, destacando-se por sua produ√ß√£o fonogr√°fica de alta qualidade e por sua presen√ßa constante em concertos no Brasil e no exterior. Criado em 1994, o Maogani trouxe para a m√ļsica brasileira novos caminhos, explorando uma forma√ß√£o instrumental pouco usual no cen√°rio popular. O Maogani tem como marcas registradas uma sonoridade inconfund√≠vel, seus elaborados arranjos ‚Äď criados por seus pr√≥prios integrantes ‚Äď e as interpreta√ß√Ķes que unem a delicadeza e os cuidados da m√ļsica de c√Ęmera ao vigor e √† espontaneidade da m√ļsica popular. E √© justamente esta versatilidade que vem encantando a cr√≠tica especializada, o p√ļblico em geral e importantes personalidades do meio musical, que colocam o Maogani como herdeiro e continuador da melhor tradi√ß√£o violon√≠stica no Brasil.

Para 2024, o grupo prepara o lan√ßamento de seu 8¬ļ √°lbum de est√ļdio, ‚ÄúMaogani Autoral‚ÄĚ, com repert√≥rio in√©dito, composto por obras originais dos pr√≥prios membros do grupo ‚ÄĒ tanto dos atuais como de ex-integrantes, que escreveram pe√ßas especialmente para o projeto. O √°lbum marca tamb√©m o in√≠cio das comemora√ß√Ķes pelos 30 anos de trajet√≥ria do grupo.

Programa

  • De Chaves a Xavier (Carlos Chaves)
  • Nashca (Sergio Valdeos)
  • A natureza e eu (Marcos Alves)
  • Copas fora (Lucas Gralato)
  • Tr√™s quadros po√©ticos (Paulo Arag√£o)
  • Mirante (Diogo Sili)
  • Alumiando o c√©u (Marcos Alves)
  • Aconchegado (Carlos Chaves e Diogo Sili)
  • Scarlattilonga (Maurcio¬†Marques)

Sobre a Viol√Ķes da AV-Rio

Associa√ß√£o de Viol√£o do Rio (AV-Rio) foi fundada em janeiro de 2001 com o objetivo expresso de realizar, apoiar e divulgar manifesta√ß√Ķes do viol√£o instrumental de todos os estilos. A AV-Rio sempre contou com um trip√© central de apoio, formado por profissionais e professores, estudantes de viol√£o e amadores. Cada um desses grupos tem sido e continua sendo central para que a AV-Rio possa ter continuidade com suas m√ļltiplas a√ß√Ķes cont√≠nuas, que incluem esta s√©rie (e as outras), os concursos nacionais de viol√£o, o Sarau da AV-Rio, a Orquestra de Viol√Ķes da AV-Rio e um projeto de ensino gratuito de viol√£o.

Ficha-técnica

  • Carlos Chaves, viol√£o requinto;
  • Diogo Sili, viol√£o de 7 cordas;
  • Lucas Gralato, viol√£o de 6 cordas;
  • Paulo Arag√£o, viol√£o de 8 cordas.