integra a programação do
Retângulo largo na altura e bem curto no comprimento, de fundo rosa claro. Em laranja quase caramelo, a frase: VII ENCONTRO MULHER, PODER E DEMOCRACIA.

Mostra Mulheres da Palavra

 

com
Raquel Penner

dramaturgia
Leonardo Simões

direção
Isaac Bernat[/column]

8 a 10 de março
sexta a domingo, às 19h

local
Teatro

valor
R$ 30 (R$15 meia)*

* R$40 passaporte da poesia para quem
quiser assistir os 3 espetáculos
* R$10 participantes das oficinas (a confirmar)

classificação indicativa A12 (12 anos)

 

Sinopse

“Cora do Rio Vermelho” faz um passeio pela vida e a obra da poeta, contista e doceira Cora Coralina. O monólogo com Raquel Penner reúne textos e poemas que falam sobre a força feminina e a alma da mulher brasileira. Com dramaturgia de Leonardo Simões e direção de Isaac Bernat, a peça reúne teatro, literatura e educação, representando a multiplicidade de Cora Coralina e o diálogo entre diferentes linguagens.  A montagem estreou em 2021, já foi vista por mais de 5.000 pessoas em mais de 50 apresentações e faz parte da Mostra Mulheres da Palavra que traz três espetáculos com temática e personagens femininas e integra a programação do VII Encontro Mulher Poder e Democracia.

CORA DO RIO VERMELHO estreou em março de 2021, inicialmente de maneira virtual por conta da pandemia. Ainda em 2021, foi realizado no formato presencial, na cidade de São Paulo. Em 2022, ganhou os palcos de diversas cidades e bairros do Estado do Rio de Janeiro, sendo visto por mais de 5.000 pessoas em mais de 50 apresentações.

Ficha-técnica

Produção executiva: Clarissa Menezes

Dramaturgia: Leonardo Simões

A partir da obra de Cora Coralina

Atriz: Raquel Penner

Operação de luz: Bruno Henrique Caverninha

Operação de som: Rafa Barcelos

Contraregra: Wellington Fox