CCJF: Presidente do TRF2 participa da abertura do Fórum de Cidades Inteligentes

Publicado em 12/06/2019

O Centro Cultural Justiça Federal (CCJF), em sua missão de aproximar a Justiça da sociedade, sediou na quarta-feira, 12/6, o “Fórum de Cidades Inteligentes”, uma iniciativa da instituição, em parceria com o Centro Universitário Augusto Motta – Unisuam, o Instituto Smart City Business America e a empresa de consultoria Comunicarte. O evento proporciona a especialistas, acadêmicos e líderes de iniciativas inovadoras e transformadoras a oportunidade de intensificar contatos em alto nível e compartilhar experiências, conhecimentos, ideias, visões, soluções e casos de sucesso.

O objetivo do “Fórum de Cidades Inteligentes” é, dentre outros, discutir o posicionamento da cidade do Rio de Janeiro no contexto da inovação urbana. As explanações abordam o conceito de cidade inteligente, social e tecnológica, considerando quatro pilares: mobilidade urbana, tecnologia e inovação, impacto Social e qualidade de Vida.

A mesa de abertura foi composta pelo presidente do TRF2, desembargador federal Reis Fride, representando o diretor geral do CCJF, desembargador federal Ivan Athié; o reitor da Unisuam, professor Arapuan Netto; o vice-presidente do Instituto Smart City Business America, Cezar Taurion; e o presidente do Conselho Deliberativo do Instituto Smart City Business America, Marcio Schiavo,

Na ocasião, Reis Fride destacou a importância da iniciativa, “cujos debates acerca da inovação na gestão pública têm impacto no acesso e na qualidade dos serviços prestados à sociedade. Trata-se de questão a ser tratada com urgência e prioridade no âmbito das cidades brasileiras e, em especial, no Rio de Janeiro”, advertiu.

A conferência inaugural ficou a cargo de Marcio Schiavo que palestrou sobre “As smart cties [cidades inteligentes] como o futuro no desenvolvimento sociall”. Em seguida, Fernando dos Santos Gonzalez (Centro de Operações Rio – COR), Diego Garcia (Metrô Rio), Marcella Bordallo (Tembici – empresa de bicicletas compartilhadas), Joaquim Dinis Amorim dos Santos (CET-Rio) e Roberto Kanter (Inovativa Brasil) participaram da primeira mesa: “Mobilidade Urbana”. A mediação foi feita por professor Tiago Ribeiro, da Unisuam.

Na parte da tarde, após a apresentação cultural do músico Fábio Neves (“Beira Rio”), foi a vez de Susanna Marchionni (Instituto Planet Startup), Bruno Ajuz (Telecall), Rodrigo Arnaiz (Nossas Cidades) e Peter Knight (Sufficiency4Sustainability Network) participarem da segunda mesa: “Tecnologia, Empreendedorismo e Inovação”. A mediação ficou a cargo do professor Gustavo Jucá (Unisuam).

Fechando a programação, Marcus Correia (Mobiliário Urbano Desportivo – MUDE), Aline Fróes (Instituto Precisa Ser), Leonardo Gandelman (Linha Direta) e Raquel Amaral (Instituto Musiva) participaram da terceira mesa: “Impacto Social e Saúde Coletiva”. A mediação foi feita pela professora Claudia Costa (Unisuam).

A comissão organizadora do “Fórum de Cidades Inteligentes” foi formada por Claudia de Freitas Lopes Costa (diretora de pesquisa, extensão e inovação – Unisuam), Tiago Miguel Ribeiro (gerente de pesquisa e extensão – Unisuam) e Márcio Schiavo (diretor da Comunicarte).

 

Professores, pesquisadores e líderes de iniciativas inovadoras participam do “Fórum de Cidades Inteligentes”