TRF2 reduz, em média 20%, o consumo de água e luz no primeiro quadrimestre de 2016

Publicado em 23/05/2016

Devido à situação de crise econômica nacional, torna-se imprescindível a adoção de hábitos que visem a um consumo consciente de recursos. Atento a essa realidade, o TRF2 vem promovendo uma série de medidas para redução de custos, principalmente, relacionados à água e à energia elétrica, tais como: racionalização no uso dos elevadores; ronda nos andares para desligamento das luzes após às 20h; controle do sistema de refrigeração; manutenção hidráulica preventiva, reduzindo chances de vazamentos; controle do nível dos reservatórios durante a limpeza para evitar desperdício; entre outras.

Desde o início do ano, o gasto relativo a esses recursos vem sofrendo uma redução mensal. Em abril, o consumo da luz foi reduzido em aproximadamente 20,6% comparado ao mês de janeiro, o que garantiu uma economia de R$139.256,70 ao Tribunal. Já no volume de água utilizada, houve decréscimo aproximado de 19,1% no primeiro quadrimestre, representando uma contenção de custo de R$6.668,30.

Além disso, com o objetivo de implementar ações sustentáveis, foi criada, Pela Portaria TRF2-PTP-2015/00648, a Comissão Gestora do Plano de Logística Sustentável do TRF2, a qual será responsável pela elaboração do projeto PLS/TRF2. Tal projeto, com aprovação prevista para este ano, consiste na implementação de ações sustentáveis em diferentes níveis: redução de consumo, revitalização do gerenciamento de resíduos, ações educacionais relativas à sustentabilidade institucional, entre outras.